depoimentos

HOME > FAMÍLIA SILVA > DEPOIMENTOS

Escolha um treinamento:




"Resgatei um grande marco na minha vida, e tenho certeza de que me tornei uma pessoa melhor para mim mesmo e para o mundo depois deste treinamento."

Antônio C. K.




"Ecos do Passado é trazer a sua essência para o espelho, tudo aquilo que reflete são suas memórias e histórias; trouxe-me tudo aquilo de melhor que existe em mim e me deu conhecimento de tudo aquilo que é sombra de mim mesma. Fantástico! Obrigada!"

Bianca N.




"Ecos é um agradecimento/reverência aos antepassados e a nossa evolução. É um passo gigantesco a um melhor futuro melhorando muito nossa bagagem."

Camila P.




"Mesmo não sabendo da história de minha família consegui descobrir vontades e anseios de meus antepassados e a eles ofertá-los, resignificando dentro de mim toda história familiar. Reconhecimento é um instrumento muito poderoso."

Lucas A. P. B.




"No ECOS DO PASSADO eu consegui perceber o quanto influenciar os meus decentes o que eu fizer de bom, por isso vale a pena investir na evolução, pois toda a árvore genealógica será beneficiada."

Marcos C. M.




"Para mim, fazer o Ecos do Passado foi como receber uma grande chave mestra, para que eu entrasse em uma sala que ficou fechada por muito tempo. Ter a compreensão sobre os acontecimentos, entender, perdoar. Um curso tão simples, porém profundo, envolvente, emocionante.O sentimento de leveza da alma com que saí do treinamento foi simplesmente o máximo. Muitas emoções vividas e sentidas em um dia que tive toda compreensão da história dos meus ancestrais e vividos por mim e pelos meus familiares nos dias de hoje. Saí do Ecos já com vontade de voltar."

Nancy D.




"O Ecos é diferente de tudo, foi onde eu consegui ir mais longe em minha história. Pude viver a infância do meu pai, que foi muito solitária. E o mais impressionante - durante um exercício não consegui respirar, senti que estava morrendo; sabia apenas que era meu avô. Foi quando me veio um profundo arrependimento, uma enorme vontade de pedir perdão. Quando cheguei em casa, perguntei ao meu pai como tinha morrido meu avô, que faleceu dois meses antes de eu nascer. Ele me disse que meu avô faleceu de parada respiratória e que com certeza tinha muito para dizer. Revivi exatamente os últimos minutos de vida do meu avô. Não tenho como agradecer e poder confirmar ao meu pai que o pai dele queria muito ter pedido perdão por tantos anos de ausência durante a vida. Acima de tudo, pude dar outro significado à minha história. Foi incrível! Obrigado a todos do Núcleo Ser!"

Rogério P.




"Antes de fazer o ECOS, escutei muitas vezes que este era um treinamento muito profundo, apesar de ter a duração de apenas um dia. Mas ....."de apenas um dia"? Que nada!! O treinamento começa já nos preparativos, ao pesquisar nossa árvore genealógica e as histórias que estão por trás de cada antepassado (aspectos luminosos e sombrios, padrões que se repetem, segredos, etc). Nesta fase já tinham fichas despencando na minha frente. E eu ainda nem estava em Louveira! Pude vivenciar algumas histórias emocionalmente inacabadas de meus antepassados e perceber o quanto estas experiências influenciam no meu modo de ser. Foi muito bom poder liberar grandes cargas de energia, pois me sinto bem mais leve! Compreendi perfeitamente de onde vêm vários dos meus comportamentos e sentimentos. Agora ficou muito mais fácil lidar com eles. Assim como o RA, o ECOS também é um treinamento para se fazer várias vezes. E eu já estou ansiosa pelo próximo ! Muitos beijos e abraços."

Cris K.




"Quantas descobertas! A começar pela satisfação de perceber e vivenciar um lugar onde realmente o mental é vencido. Fui para um caminho em que literalmente coloquei o racional de lado. Minhas células estavam carregadas com os registros dos desconfortos dos meus antepassados e tive acesso a algumas delas. Isso sim foi entendimento. Por, literalmente, sentir na pele todas as sensações. E mesmo percebendo de novo os padrões se repetindo, tive condições de, com consciência, encerrar esse ciclo com propriedade; pelos que foram, pelos que estão aqui e pelos que estão por vir. Com o poder que temos, acessado com os recursos adequados, com as pessoas certas e iluminadas, como toda a equipe do Núcleo. Esse treinamento é mágico, como todos os outros, como todos os passos que nos permitimos dar nesse caminho. Fazer o Ecos do Passado é como não escolher a hora: ela o escolhe."

Bia Z. F.




"Para mim o Ecos do Passado foi um treinamento que me fez entender e compreender, com muita paz, sentimentos que vinham comigo há 39 anos... como a dor na alma. Apenas um dia de muita dedicação e vontade e encontrei uma força de guerreira. Recebi muita energia do AMOR, percebi padrões que refletiam em mim e consegui mudar meus sentimentos em relação à minha família, irradiando FORÇA, LUZ e AMOR. Com o Ecos não tenho dúvida que encontrei o meu centramento, para continuar nesta jornada de crescimento interior. Por isso, hoje digo: façam sem medo, pois se existe simplicidade e cumplicidade, é no Ecos do Passado."

Silvana C.




"Participar do Ecos do Passado levou-me a analisar o que não necessitaria ser analisado, mas sim observado. A partir daí, compreendi melhor meus comportamentos, sentimentos e atitudes. Jamais poderia imaginar a carga que nos é transferida por nossos ancestrais. Eu repetia, até a participação no treinamento, muitos comportamentos e sentimentos que até não poderia discernir a origem e ao mesmo tempo não conseguia corrigi-los ou amenizá-los. Ao participar do Ecos do Passado tive a oportunidade de reconhecer, ser grato e perdoar meus ancestrais. Pena que nessa participação pude ter contato com uma parcela mínima deles, mas o alvo foi acertadíssimo. A partir da ressignificação, percebi a mudança de comportamento que antes era um obstáculo para a minha boa convivência social e até para o meu próprio ser. No LT, eu disse que voltei a sorrir. Com o Ecos do Passado, eu voltei a sentir que vale a pena buscar viver cada vez com mais qualidade - leia-se felicidade, amor ao próximo e a si mesmo. Garanto, obtive uma convivência muito melhor com os meus familiares e colegas de trabalho."

Cícero V.